Pulseiras Virtuais São Opções para Monitorizar a Saúde

As tecnologias seguem tendências modernas impressionantes. Computadores com grande capacidade de processamento de décadas atrás ocupavam o espaço de móveis ou de salas inteiras. Hoje, há alternativas com desempenho exponencialmente melhor e que cabem na palma da mão.

Além da evolução dos computadores, hoje há uma revolução no uso e na partilha de dados. A recolha e o processamento de dados em tempo real movimentam indústrias bilionárias, permitindo a personalização e a otimização dos serviços constantes, adequando-os às demandas dos consumidores.

No mundo das pulseiras e braceletes, essa novidade é explorada especialmente pela indústria médica e da saúde.

Empresas como vivofit, Apple ou Fitbit trazem funcionalidades e promessas para monitorização da saúde do cliente realmente inovadoras.

Monitorização cardíaca e do sono

As funções de monitorização cardíaca não são uma novidade recente. Determinados modelos de relógio vieram à tona há alguns anos, muitas vezes acompanhados de uma banda sensora, para auxiliar desportistas nas suas atividades de corrida e caminhada e outros exercícios de alta performance.

Com as novas pulseiras tecnológicas e smart watches (relógios digitais inteligentes), a proposta é expandir essa função sem a necessidade de uma banda.

Além da monitorização durante a atividade física, a recolha de dados fisiológicos deverá ser estimulada durante o resto do dia.

Alguns relógios já contam as horas de sono do utilizador, o que permite o entendimento da qualidade do sono e planeamentos mais eficazes e saudáveis de rotina.

Futuramente, com ampla amostragem dos padrões normais de atividade cardíaca e do sono, as máquinas poderão mesmo prever a incidência de doenças ou identificar episódios cardíacos que oferecem risco ao paciente.

Ginásio em tempo real

As funcionalidades de recolha de dados de pulseiras e relógios digitais são de grande auxílio para praticantes de desporto e frequentadores de ginásio. Contadores de passos, cronómetros e a monitorização cardíaca já citada, permitem a organização de rotinas de exercício ideais.

O processamento de dados e sugestão dessas rotinas agora partirá das próprias máquinas.